"POLÍTICA DE PRIVACIDADE DO BLOG PRAZER, ALEXANDRE"

Neste artigo informo aos visitantes do Blog Prazer, Alexandre, como são tratadas as informações pessoais enviadas ao Blog, seja por comentários nas postagens, e-mail, por parcerias de trocas de links e/ou banners e também informações recebidas por anúncios de publicidade neste espaço.

1. Nenhuma informação pessoal dos visitantes é comercializada e/ou trocada com terceiros. Os dados fornecidos pelos visitantes em qualquer forma de contado, não são repassadas para nenhum outro.

2. Não utilizo os dados, como e-mail, para distribuir mensagens não solicitadas e/ou em massa. Os e-mails dos visitantes não são armazenados em listas e só entro em contato para responder dúvidas e/ou agradecer a visita/contato/solicitação/ajuda/informação. Partes do texto e/ou a totalidade de e-mails de contato poderá ser usado como referência para compor postagens, citando a autoria, a identificação do(a) autor(a) e seguindo a vontade deste(a) após sua autorização pessoal e por escrito.

3. Apenas os comentários nas postagens ficam visíveis para todos os demais visitantes do blog, sendo que todos os comentários são previamente moderados pelo autor do Blog: Alexandre Gonçalves de Souza. O conteúdo destes, sendo anônimos ou não, sempre são de total responsabilidade dos(as) seus(suas) autores(as).

4. Os links, banners, bem como todo o conteúdo de parcerias e anúncios de publicidade são de total responsabilidade dos parceiros e anunciantes, e espero que estes estejam em total acordo com as leis vigentes em seus países de origem.

5. Este Blog pode utilizar cookies e/ou web beacons quando um usuário tem acesso às páginas. Os cookies que podem ser utilizados associam-se (se for o caso) unicamente com o navegador de um determinado computador. Os cookies que são utilizados neste Blog podem ser instalados pelo mesmo, os quais são originados dos distintos servidores operados por este, ou a partir dos servidores de terceiros que prestam serviços e instalam cookies e/ou web beacons (por exemplo: os cookies que são empregados para prover serviços de publicidade ou certos conteúdos através dos quais o usuário visualiza a publicidade ou conteúdos em tempo pré determinados).

Os visitantes do blog poderão pesquisar o disco rígido de seu computador conforme instruções do próprio navegador, e tem a possibilidade de configurar seu navegador para ser avisado, na tela do computador, sobre a recepção dos cookies e para impedir a sua instalação no disco rígido. As informações pertinentes a esta configuração estão disponíveis em instruções e manuais do próprio navegador.

Para mais informações entre em contato através dos comentários do blog ou pelo meu e-mail pessoal: ags1958@hotmail.com

Alexandre Gonçalves de Souza
(Autor/administrador do blog)

2 comentários :

  1. Olá Alexandre primeiro, quero parabenizar VC pelo seu Excelente trabalho e que é de muita serventia a tantas pessoas que se veem perdidas em meio a falta de informações precisas a respeito de um tema tão sério. Bem NO meu caso Entrei em Aux. doença em Dez/95 e que este foi Convertido pela pericia em apos. p/invalidez em Out/99 o que somados até a pres. data já somam quase 22 anos e tenho hoje 56 anos de idade e 35 anos de filiado ao INSS, será que ainda posso ter meu beneficio revisto? pois se fosse o caso de eu querer rever para me beneficiar ja não poderia pois cairia no prazo decadencial da concessão que no meu caso se deu 22 anos atraz, a reciproca ná vale para eles "INSS" também? hunnnmmm!!! desde já grato...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi João. Se você levar em conta o que está escrito na MP 767 e se a mesma for aprovada dessa maneira, seu caso estaria livre da revisão, pela sua idade e pelo tempo somado do aux. doença e aposentadoria. Porém como nós não sabemos o que "eles" são capazes de fazer eu sugiro que você fique atento nos noticiários para, no caso de ocorrer alguma mudança, não ser pego de surpresa. Atualize seus exames, seus laudos médicos, converse com seu médico a respeito e atualize seu cadastro no INSS, que pode ser feito através do site da previdência e pessoalmente na agência que paga seu benefício.

      Excluir